• Autor Convidado

Como investir em dropshipping nas redes sociais

Dropshipping é uma prática amplamente conhecida dentro do meio comercial, o que implica em um usuário fazer um pedido na sua loja de um detergente concentrado e esse pedido vai gerar duas ações: a retirada da sua comissão e em realizar esse pedido ao fornecedor.


Ou seja, a sua loja não terá um estoque, pois toda a demanda será repassada para o fornecedor, que fará a produção do pedido e o envio deste para o consumidor final. Por muitas vezes, essa ação pode não ser bem vista por muitos, mas ajuda pequenos empreendedores a se estabelecerem dentro do seu mercado de atuação.


Por isso, é uma forma eficiente e lucrativa de conseguir adentrar o mercado consumidor e ter certa relevância a partir de um bom contato com o cliente, principalmente respeitando os prazos de entrega e tendo bons fornecedores. É uma atividade que ajuda fornecedores, que não precisam de uma campanha de marketing tão direcionada, pois já há alguém fazendo isso por ele.


Além disso, o dropshipping acontece amplamente dentro das redes sociais, sendo um dos principais meios para que esse tipo de comércio possa ocorrer. Então, para saber um pouco mais sobre como é o seu funcionamento nesse espaço, prossiga com a leitura!


O que é o dropshipping?

Vindo da tradução de “largar” e “remessa”, esse termo significa larga remessa, mas do quê? É aí que esse comércio ganha força no meio corporativo atual, pois é uma forma de parceiros e fornecedores ganharem com esse meio, sem gerar uma competitividade tão grande e ainda ter uma boa rotatividade de mercado.


Isso significa que esse modelo é referente a uma forma inovadora de vender dentro do ambiente online sem a necessidade de um estoque próprio, tendo uma escala de produtos diversos que podem ser vendidos, que vão desde materiais de papelaria até uma caixa de madeira para transporte.


Diante disso, é possível considerar que essa prática vem tornando-se cada vez mais comum dentro do mercado virtual, principalmente nas redes sociais, onde é bastante comum que isso ocorra, em especial para pequenas empresas que não dispõem de uma forma de ter um estoque.


Basicamente, nesse modelo, a sua loja virtual instalada dentro de uma rede social vai funcionar como uma vitrine, onde o consumidor vai escolher o que quer e fazer o pedido. A partir da elaboração do pedido e o pagamento, o produto será passado para o fornecedor, que terá um prazo de entrega para o consumidor final.


Por que investir nesse comércio?

Para investir propriamente nesse comércio, é essencial que todo o processo de venda seja feito com fornecedores confiáveis e que já tenham certa estabilidade dentro do mercado, a fim de evitar que a sua loja caia em um golpe ou o próprio consumidor.


Afinal, é essencial que esse modelo seja praticado de maneira correta e possa ser efetivo para todas as partes. Então, quando se pensa em uma maior praticidade para se abrir uma lojinha online, o dropshipping é uma boa alternativa para quem não tem condições de arcar com a montagem de um estoque.


Além disso, as redes sociais permitem uma boa percepção de mercado, influenciando em setores diversos do meio corporativo, que vai desde o industrial com o serviço de gerenciamento de resíduos, por exemplo, até o de confecção de roupas.


Este artigo foi produzido por Eduarda Prestes, criadora de conteúdo do Soluções Industriais.



43 visualizações0 comentário