• Rodrigo Bernardes

Revenda ou dropshipping: Veja as diferenças e descubra qual vale mais a pena

Trabalhar no comércio virtual é um grande desafio, o mercado está sempre se atualizando e novas formas de negócio estão surgindo e, por isso, muitos empreendedores não sabem qual onda surfar. Hoje falaremos de revenda e dropshipping, dois modelos muito populares de vendas online.


Quais as diferenças entre um negócio de revenda e um de dropshipping?

Revenda e dropshipping possuem origens e premissas semelhantes, isso porque ambas tem como conceito base vender produtos de outros fornecedores, sem precisar fabricá-los. O lucro aparece na diferença entre o valor pago ao fornecedor e o valor cobrado do cliente.


Tanto os negócios de revenda quanto o dropshipping tem origem nos antigos catálogos de produtos que surgiram por volta dos anos 1950 nos EUA.


Vendedores iam de porta em porta mostrando produtos que podiam ser encomendados para serem entregues posteriormente.


A revenda ainda tem outra vertente, que são pequenos comerciantes, de cidades menores que compram produtos com custo mais baixo em empresas que vendem no atacado ou em cidades com centro comerciais maiores e revendem em suas lojas com uma margem de lucro em cima do valor original.


Esses tipos de negócios alcançam outro patamar com o crescimento e popularização da internet e se consolidam dentro do mercado. No entanto, apesar de terem origens e definições bem parecidas, revenda e dropshipping têm suas diferenças fundamentais.


A revenda trabalha comprando produtos de fornecedores, formando um estoque e revendendo o item com um valor maior, que é no final a margem de lucro.


O fato de ter o produto em estoque faz com que o prazo de entrega seja menor por parte dos revendedores.


Já o dropshipping, tem como grande característica uma venda sem estoque, nem logística e nem preocupação com o frete do produto.


Os empreendedores dessa modalidade são apenas intermediários de vendas, que encontram clientes interessados nos produtos de seus fornecedores.


A venda é feita pela loja, mas é o fornecedor quem vai produzir, separar e enviar o produto para o cliente.


Revenda ou dropshipping? Quando um vale mais que o outro?

Agora que você já sabe como funciona um negócio de revenda e de dropshipping, entendeu melhor quais são suas semelhanças e diferenças, talvez esteja na dúvida sobre qual modelo de negócios é o mais interessante.


Por isso, trouxemos alguns pontos favoráveis e outros desfavoráveis de cada um, para que você compreenda melhor o que revenda e dropshipping tem a oferecer e decida qual tipo de negócio funciona melhor para você.


Prós e contras de revenda

Vantagens

  • Sem custos de produção: quando se revende um produto que já está pronto, você elimina os gastos para que ele fosse produzido, logo, não tem que investir em maquinário, funcionários, manutenção e etc;

  • Credibilidade da marca que você revende: quando você trabalha revendendo produtos de grandes marcas, automaticamente sua loja passa a ser sinônimo de um empresa que vende produtos de qualidade;

  • Melhores prazos de entrega: como você tem o produto em estoque, fica bem mais rápido despachar para entrega, o mesmo vale para resolver mais rápido questões como devoluções e trocas.


Desvantagens

  • Maior custo para começar: você precisará fazer um investimento em produtos para ter um estoque inicial. Além do gasto, você pode correr o risco de adquirir produtos que fiquem encalhados, que são na prática prejuízos para a empresa;

  • Armazenamento de estoque: esse estoque precisa de um lugar organizado para ficar guardado certo? O aluguel desse local, bem como os funcionários para mantê-lo organizado, representam mais alguns custos;

  • Logística de frete: diferentemente do dropshipping, onde o fornecedor é quem se preocupa em despachar o produto para o cliente final, os revendedores têm mais essa preocupação para lhes tomar tempo e recursos.


Prós e contras do dropshipping

Vantagens

  • Baixo custo para começar: você basicamente precisa de um computador, acesso a internet e arcar com os custos de se ter um e-commerce. Os produtos serão dos fornecedores e as vendas por demanda, logo custos como: aluguel, investimento em matéria-prima, maquinário, manutenção e etc. não existirão;

  • Vender sem estoque: diferente da revenda, o dropshipping não necessita de estoque porque o consumidor irá comprar um produto direto do fornecedor, logo cada peça sairá direto da fábrica para a casa do seu cliente;

  • Variedade de produtos: por conta de não ser necessário um investimento em estoque, você pode vender qualquer coisa, no Aliexpress, por exemplo, você encontra desde fone de ouvido até vestido de noiva.


Leia também: Como fazer dropshipping com o AliExpress em sua loja Shopify? Saiba tudo!


Desvantagens

  • Margem lucro pequena: se por um lado existe a facilidade de não ter estoque, por outro a margem de lucro é pequena, isso porque a concorrência é grande e preços muito altos significam poucas vendas;

  • Prazo de entrega maior: para conseguir produtos com preços mais baixos e ter margens melhores, você terá de recorrer aos importados como os sites Chineses. Isso faz com que seu frete seja mais demorado e dificulte suas vendas;

  • Problemas com trocas e devoluções: como você trabalha sem estoque, caso o cliente solicite trocar ou devolver o produto, você terá de fazer uma solicitação junto ao seu fornecedor, o que atrasa ainda mais a situação de um cliente que já está insatisfeito.


E aí, já sabe a diferença entre revenda e dropshipping? Deixe nos comentários qual das modalidades você acha mais interessante.


Sabemos que iniciar um negócio online não é tão fácil quanto algumas pessoas pensam e se você já está a algum tempo pesquisando sobre o tema, sabe do que estamos falando.


Entretanto, existem algumas ferramentas e aplicativos que podem tornar mais fácil o seu trabalho, entre elas:


  • Boleto Recovery, te ajuda a recuperar boletos que não foram pagos pelos clientes, otimizando seu tempo e ampliando a taxa de vendas

  • Parcelamento - Installments, ajuda a gerar confiança no cliente, que sabe qual o valor das parcelas e o total do pedido, tornando o produto mais acessível (uma vez que pode ser parcelado) e aumentando o ticket médio dos clientes.

  • Shoplinks, é uma plataforma que te ajuda a encontrar influenciadores digitais e afiliados que podem se tornar seus aliados na busca por alcance e vendas.

Ficou interessado? Conheça mais sobre as nossas soluções. Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários. Boas vendas!



1 visualização0 comentário