• Rodrigo Bernardes

É possível fazer dropshipping na Amazon Brasil? Veja como funciona na prática

Atualizado: 14 de jun.

Um dos maiores varejistas do mundo, a Amazon é uma marca poderosa e atualmente é a segunda mais valiosa do mundo. Toda essa relevância e alcance chama atenção de empreendedores, mas será que dá para fazer dropshipping na Amazon Brasil? Será que vale a pena? Veja tudo isso neste artigo.


Afinal, dá para fazer dropshipping na Amazon Brasil?

Assim como o Mercado Livre, a Amazon é um marketplace, ou seja, a empresa cede o espaço em seu site e dá todo o suporte aos lojistas para que queiram vender seus produtos pela plataforma em troca de um percentual em cima de cada venda.


Basicamente o serviço é o de “alugar” um espaço na vitrine da Amazon, um dos sites mais visitados de todo mundo.


Mas, quando o assunto é dripshipping. É possível fazer?

A empresa não possui uma integração própria para dropshipping, ao contrário de canais como a Shopify, NuvemShop e a Cartx, por exemplo.


Todos estes exemplos de plataformas são voltadas para criação de sites de venda, enquanto a Amazon permite que você crie sua loja e venda seus produtos, mas tudo isso dentro do site dela.


Dito isso, é possível fazer dropshipping na Amazon Brasil, mas de maneira manual. Como não existe uma integração onde os pedidos possam ser processados diretamente nos fornecedores, o processo é o seguinte:


1. Você cria uma loja dentro da Amazon;

2. Escolhe os fornecedores que deseja usar;

3. Seleciona os produtos e coloca no site com descrição e fotos;

4. Calcula o preço contando valor do fornecedor e percentual que fica com a Amazon;

5. A cada venda computada pela Amazon você deve ir no seu fornecedor e fazer a mesma compra colocando o endereço de entrega dele;

6. O produto será entregue diretamente do seu fornecedor para seu cliente.


Vale a pena fazer dropshipping na Amazon Brasil?

Agora que você já entende como funciona o processo para fazer dropshipping pela Amazon Brasil, talvez esteja querendo começar logo um negócio, mas antes vamos explorar alguns pontos que você precisa conhecer.


Processo é todo manual

Se você conhece alguma coisa de dropshipping, entende que para ser competitivo você precisa ganhar no volume, mas para isso é preciso um sistema automatizado, afinal, pode se tornar inviável processar todas as vendas manualmente.


Das duas uma, ou você terá poucas vendas e conseguirá fazer tudo de forma manual ou você terá muitas vendas e não dará conta de acompanhar todas as compras uma por uma.


Problemas com frete

Para ter produtos com preços baixos e conseguir vender na Amazon, ser competitivo e ter uma margem de lucro razoável, um bom caminho é recorrer a produtos importados. Entretanto, eles podem significar prazos de entrega maiores.


O problema aqui fica por conta da competição dentro da própria Amazon que tem como um de seus pontos fortes, sua entrega muito veloz.


Imagina competir com outras lojas que vendem o mesmo que você com uma entrega no dia seguinte enquanto a sua pode demorar semanas.


Dificuldade para trocas e devoluções

Outro ponto que dificulta muito é o processo de trocas e devoluções, principalmente se você trabalha com fornecedores chineses como Aliexpress, por exemplo.


Isso se torna um problema porque as trocas ágeis são uma obrigatoriedade da Amazon. Logo, uma troca de um produto que demora pode te deixar para trás.


Dicas para se dar bem fazendo dropshipping na Amazon Brasil

Apesar de não ser um processo simples, é possível ter um negócio no modelo dropshipping dentro da Amazon. Para que você possa alcançar melhores resultados, é preciso tomar alguns cuidados, veja os principais abaixo.

Escolha bem seus fornecedores

Muitos focam apenas no preço, o que pode ser um erro, obviamente que o preço é importante para que você possa ter uma margem de lucro razoável, mas a qualidade é que vai determinar o sucesso da sua loja dentro da Amazon.


Garimpe opções com fretes menores e procure alguns fornecedores de dropshipping nacional para variar um pouco e conseguir prazos menores de entrega.


Antes de colocar qualquer produto em sua loja, faça o teste comprando o produto. Essa é uma forma eficaz de comprovar a qualidade e o processo de frete.


Foque em um nicho de mercado

Muitos empreendedores dentro do dropshipping tendem a atirar para todos os lados e criar uma loja com todo tipo de produto. Nem sempre isso dá certo.


Por conta disso, procure identificar oportunidades de nichos de mercado pouco explorados e comece por aí. No começo é importante acertar e fazer vendas seguras, até para não comprometer sua reputação.


Conheça mais sobre as opções de loja nichada ou genérica, no vídeo abaixo.




Não deixe o atendimento a desejar

Por falar em reputação, outro ponto que costuma ser negligenciado é o atendimento. Mesmo que o cliente esteja recebendo o produto do seu fornecedor, ele continua sendo seu cliente e, por isso, você precisa atendê-lo com qualidade.

O atendimento é tão importante que segundo uma pesquisa feita pela Ebit em 2019, cerca de 92% dos brasileiros só voltam a comprar com a mesma loja após uma boa experiência com a marca. Por isso, é preciso caprichar no atendimento sempre, sobretudo neste começo.


E aí, já sabe como fazer dropshipping na Amazon Brasil?


Aproveite e confira nosso artigo sobre como fazer dropshipping dentro do Mercado Livre e como usar os vendedores da plataforma como seus fornecedores de dropshipping.


Uma dica extra é que você também tenha a sua loja e possa fidelizar consumidores atraídos pela Amazon. Com isso, nas próximas compras, esses clientes já acessam o seu site e você diminui o gasto com as comissões da Amazon.

Lembre-se de, além de escolher os fornecedores, cuidar da montagem ideal da sua loja. Para isso, conta com ao apoio de aplicativos que contribuíram para as taxas de venda, entre eles:


  • Boleto Recovery, te ajuda a recuperar boletos que não foram pagos pelos clientes, otimizando seu tempo e ampliando a taxa de vendas

  • Parcelamento - Installments, ajuda a gerar confiança no cliente, que sabe qual o valor das parcelas e o total do pedido, tornando o produto mais acessível (uma vez que pode ser parcelado) e aumentando o ticket médio dos clientes.

Ficou interessado? Conheça mais sobre as nossas soluções. Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários. Boas vendas!



8 visualizações0 comentário