• Rodrigo Bernardes

Vender no Mercado Livre ou fazer Dropshipping? Qual é melhor? Prós e contras!

Atualizado: Ago 25

Vender no Mercado Livre ou no site de Dropshipping? Essa é a pergunta mais comum entre empreendedores que estão começando a pesquisar sobre modelos de vendas online, que geram volume de vendas e exigem baixo investimento inicial.


Para começar esse texto eu já te aviso que não há uma resposta definitiva sobre qual é melhor: vender no Mercado Livre ou no dropshipping.


Essa resposta vai depender do que você espera como empreendedor e quais são as suas prioridades.


Por exemplo, no dropshipping você não precisa investir em estoque, já no marketplace, como o Mercado Livre, você pode contar com um amplo tráfego de compradores que visitam essas plataformas.


Mas, esses são apenas os dois principais prós de cada canal. A seguir, entenda mais sobre as características de vender no Mercado Livre ou no site de Dropshipping.


Prós e contras do dropshipping


O dropshipping é um modelo de logística de e-commerce em que o vendedor cria um site, disponibiliza produtos, faz a venda, mas que armazena e envia os produtos comprados é o fornecedor.


Nesse modelo, um dos principais custos iniciais de uma negócio online é eliminado: o estoque.


Não é preciso montar um estoque de produtos. A compra é feita junto ao fornecedor de acordo com a demanda dos consumidores.


Quando um cliente compra, o vendedor aciona o fornecedor, que separa e envia o item para o cliente final.


Sem dúvida o principal pró de um site dropshipping é o baixo investimento inicial, já que o custo com estoque é eliminado.


Além disso, outras vantagens podem ser apresentadas como:


  • redução de risco de capital de giro parado por baixas vendas dos produtos,

  • posibilidade de testar produtos que vendem mais, sem precisar investir na compra desses itens,

  • mais flexibilidade ao negócios, que pode incluir no site vários tipos de produtos, afinal, não há limitação financeira que atrapalhe esse tipo de ação,

  • boa lucratividade,

  • eliminação de custos com armazenamento, empacotamento e envio.


Entre os pontos contrários ao dropshipping estão:


  • falta de controle sob o prazo de entrega, por isso é importante escolher entre os melhores fornecedores de dropshipping, em quem você pode confiar,

  • altos prazos de entrega dos produtos vendidos (principalmente, no modelo de dropshipping internacional),

  • necessita de investimento em esforços no apoio e atendimento ao cliente (exatamente pelo longo prazo de entrega),

  • é recomendado que você tenha um site próprio para fazer as vendas e processar os pedidos, com isso há custo com estratégias de marketing para dropshipping para atrair tráfego e com a manutenção da loja online.


Leia mais em: Vantagens e desvantagens de e-commerce e dropshipping: tudo para te ajudar a fazer sua escolha!


Entenda mais sobre a necessidade de ter um site para fazer dropshipping, assistindo ao vídeo abaixo.



Prós e contras do vender no Mercado Livre (e outros marketplaces)

Vamos usar o exemplo do Mercado Livre, porque este é o maior marketplace do Brasil, mas as vantagens e desvantagens que listamos aqui, funcionam, de maneira geral, para outros marketplaces também.


Um ponto a se destacar sobre vendedores de marketplace é que é necessário ter um estoque. Logo, muitos optam pela compra de lotes de produtos, que permitem uma melhor negociação de preço com os fornecedores, afinal, você está comprando em atacado.


Com isso em mente, seguimos para os pontos positivos de vender no Mercado Livre, entre eles:


  • alto tráfego de consumidores que acessam a plataforma diariamente para fazer pesquisas por produtos,

  • possibilidade de anunciar dentro da própria plataforma para ganhar mais destaque sobre seus concorrentes,

  • não há necessidade de criar um site próprio para vender, você pode usar toda a estrutura do marketplace,

  • redução do investimento em marketing, afinal, o próprio Mercado Livre investe na atração de clientes,

  • maior margem de lucro, afinal, você compra com o fornecedor um lote de produtos, no preço de atacado.


Mas, nem tudo são flores, logo é importante entender quais são os pontos contrários a vender no Mercado Livre:


  • maior risco de capital de giro e investimento perdido, afinal, você vai precisar investir em estoque dos produtos e, como você deve saber, o terror de todo vendedor é ter estoque de mercadorias parado (isso significa dinheiro parado),

  • maior competição baseada em preço, afinal, seus concorrentes estão na mesma página de pesquisa que você e se o produto for muito comum, a briga por preço pode reduzir muito a margem de lucro,

  • não há muito espaço para a criação de uma marca consolidada e retenção de clientes,

  • pagamento de taxas ao Mercado Livre ou outros marketplaces,

  • adequação às políticas de vendas e recebimento de outros canais.


Dessa forma, nessa disputa entre vender no Mercado Livre ou no site de Dropshipping é importante considerar que com o primeiro você precisará fazer mais investimento em estoque, lidar com maior risco do negócio, mas poderá investir menos em tráfego pago e outras ações de marketing.


No dropshipping você não faz o investimento em estoque, têm risco quase zero e pode criar seu próprio site, políticas próprias e pode criar uma marca mais forte para aplicar ações de fidelização de clientes, por exemplo.


Em contrapartida, é importante realizar um investimento em tráfego em canais como Google Ads e Facebook Ads, para levar visitantes até sua página. Além disso, não precisa se preocupar com a gestão de estoque nem logística de envio de mercadorias.


Para completar esse guia com as vantagens e desvantagens de vender no Mercado Livre ou no site de Dropshipping, indico que assista ao vídeo abaixo, completo, sobre essas duas formas de vendas online. Vale a pena conferir e anotar alguns insights.



Sem dúvida, para criar uma loja dropshipping de sucesso, você deve contar com plataformas de dropshipping que ofereçam funcionalidades que vão te ajudar a colocar o negócio funcionando e permitir maiores - e melhores - resultados de vendas.


A Shopify é uma das principais plataformas para dropshipping do mercado e oferece uma loja de aplicativos completa para seu e-commerce, permitindo que você torne sua gestão muito mais eficiente.


Entre os apps da Shopify para otimizar a taxa de conversão de vendas indicamos que você conheça três aplicativos da plataforma:


Enquanto o primeiro te ajuda a recuperar boletos que não foram pagos pelos clientes, otimizando seu tempo e ampliando a taxa de vendas, o app Parcelamento-Installments ajuda a gerar confiança no cliente, que sabe qual o valor das parcelas e o total do pedido, tornando o produto mais acessível (uma vez que pode ser parcelado) e aumentando o ticket médio dos clientes.


Já o app ShopLinks ajuda sua loja a encontrar influenciadores e afiliados alinhados ao seu negócio, estabelecer uma parceria, além de permitir que você gere links e cupons para vender com influenciadores e facilitar o acompanhamento de métricas de cada influenciador da sua base.


Ficou interessado? Conheça mais sobre as nossas soluções. Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários. Boas vendas!





11 visualizações0 comentário