• Rodrigo Bernardes

TOP 8 dicas de dropshipping para iniciar e BOMBAR sua loja!

Uma das modalidades de vendas online que vem ganhando cada vez mais adeptos, o dropshipping é uma oportunidade para quem deseja iniciar um negócio com pouco dinheiro. A seguir, compartilhamos 8 dicas de dropshipping que vão contribuir para você iniciar suas vendas e conquistar o sucesso.


Como funciona o dropshipping?

Junto com as dicas de dropshipping é importante que você compreenda como funciona essa modalidade de vendas online. Caso não tenha dúvidas sobre isso, pode ir direto para a lista de dicas que separamos para tornar sua vida mais fácil ao trabalhar com a modalidade.


O dropshipping funciona como um método de logística de e-commerce. Você cria uma loja e divulga os produtos. O cliente acessa a sua loja, faz a compra e é a partir daí que as coisas são diferentes do que o que acontece com um e-commerce tradicional.


Uma vez que você não tem o produto em estoque, ao fazer uma venda deve solicitar ao fornecedor que separe e envie o item direto para o cliente final.


Dessa forma, sua loja funciona como uma intermediadora de vendas e o seu lucro será a diferença entre o valor que o cliente pagou para a sua empresa e o valor que você pagou para o fornecedor.


Muita gente tem dúvidas sobre a legalidade do dropshipping e é importante reforçar que ele é um modelo LEGAL de vendas! No vídeo abaixo abordamos detalhadamente o assunto, por isso fique atento e assista para tirar qualquer dúvida sobre essa questão.

8 dicas de dropshipping para iniciar e bombar sua loja!

Conheça, a seguir, oito dicas de dropshipping para levar sua loja ao sucesso:


  1. Considere a abertura de um CNPJ

  2. Plataforma ideal para montar seu negócio online

  3. Escolha um nicho de mercado

  4. Use um app de processador de pedidos

  5. Saiba calcular a margem de lucro

  6. Fuja das taxas de importação legalmente

  7. Escolha um fornecedor de confiança

  8. Invista em campanhas de tráfego


Entenda, cada uma delas, a seguir!


1. Considere a abertura de um CNPJ


A Shopify, uma das plataformas de e-commerce e dropshipping mais usadas do mercado, não exige que você tenha um CNPJ para iniciar as vendas online, entretanto, é indicado que você tenha um um CNPJ para garantir o cumprimento de todas as suas obrigações fiscais, garantindo que sua loja estará dentro da lei.


Entre as atividades que melhor se adequam à atividade de dropshipping estão as atividades de intermediação de negócios ou intermediação de negócios internacionais para quem faz dropshipping internacional.


Converse com um contador sobre essas possibilidades. Ele é o profissional indicado para auxiliar sua empresa a cumprir o que está na lei.


2. Plataforma ideal para montar seu negócio online

Acima citamos a Shopify como uma das plataformas mais buscadas quando o assunto é vendas por dropshipping. De fato, essa é uma opção bastante robusta e completa, ao mesmo tempo que é simples e permite que qualquer pessoa inicie uma loja com dropshipping.


Entre as vantagens que a Shopify oferece está a loja de aplicativos da plataforma, que oferece centenas de apps que vão facilitar o trabalho e a personalização do seu e-commerce.


Entre as opções de aplicativos, estão os processadores de pedidos para dropshipping com Aliexpress, por exemplo.


Isso sem contar aplicativos que contribuem para o aumento das taxas de conversão como apps de reviews, apps de recuperação de boletos, apps de parcelamento e muitos outros.


Leia também: Como funciona o Dropshipping na Shopify? Saiba como começar nessa modalidade de negócios


3. Escolha um nicho de mercado


Os nichos de mercado para dropshipping são diversos, entretanto, fazer uma boa escolha, definindo um caminho com grande potencial de venda será fundamental para o sucesso do negócio e para a criação de campanhas focadas, segmentadas e que vão trazer clientes interessados em seus produtos.


Entre os nichos que podem aproveitar muito o potencial de vendas e de variedades de produtos do dropshipping estão:


  • tecnologia,

  • artigos para bebê,

  • artigos PET,

  • linha fitness,

  • utensílios para casa,

  • artigos de beleza.


O nicho também vai contribuir para que sua empresa construa uma marca que transmita segurança e credibilidade para o público, bem como vai favorecer suas ações de upsell.


4. Use um app de processador de pedidos


Escolher um processador de pedidos é um passo indispensável para quem deseja importar da China para dropshipping.


Estamos falando de um aplicativo que vai conectar sua loja a fornecedores internacionais e tornar mais simples a importação dos produtos que eles vem para o seu site, permitindo que você os revenda.


Além de ajudar na integração dos produtos à sua loja, o app também contribui para a mineração de produtos e seleção de fornecedores de qualidade.


Entre as opções de processadores de pedido dropshipping estão:



Ambos oferecem extensão para o Google Chrome, que facilita ainda mais seu trabalho.


Leia também: Dsers ou Oberlo: Qual é o melhor para fazer dropshipping com o AliExpress em lojas Shopify?


5. Saiba calcular a margem de lucro


Acima, falamos que o valor que você vai lucrar em suas vendas dropshipping é o valor da diferença entre o preço que você vendeu o produto e o preço que pagou ao fornecedor.


Entretanto, uma operação de vendas tem muitos outros custos que não são apenas com a compra do produto. Entre esses custos, os valores investidos em campanhas para trazer clientes até seu site, por exemplo.


Diante disso, fique atento às dicas do vídeo abaixo para aprender como calcular a margem de lucro correta e não perder dinheiro.



6. Fuja das taxas de importação legalmente


Uma dúvida muito comum para quem realiza dropshipping internacional é a cobrança de taxas pela Receita Federal, de produtos chineses que chegam ao Brasil.


Existem opções legais para fugir desse tipo de cobrança e, por isso, também indicamos que você assista a um vídeo completo sobre o assunto.


7. Escolha um fornecedor de confiança


Entre as dicas de dropshipping não poderíamos deixar de fora as observações sobre como encontrar fornecedores confiáveis, com bons produtos e que cumpram o prazo?


Algumas preocupações simples vão te ajudar a encontrar esses fornecedores no universos de opções dos canais como Aliexpress.


Entre as dicas para selecionar um bom fornecedor é importante que você avalie, ao analisar um produto:


  • o número de itens já vendidos,

  • as fotos dos produtos e dos reviews deixados por clientes do fornecedor,

  • a qualidade das avaliações do produto.


Além disso, uma dica de ouro, para garantir a satisfação do seu cliente com a compra, é fazer um pedido do produto para você. Isso mesmo, faça uma compra do produto antes de colocá-lo para vender.


Isso vai permitir que você avalie a qualidade do item e o compromisso do fornecedor com o prazo, por exemplo.


8. Invista em campanhas de tráfego


Ter uma loja confiável e produtos de qualidade não adianta muita coisa se você não tem clientes, correto?


Para atrair clientes, as campanhas de marketing são fundamentais para levar os clientes até a sua empresa.


Entre as estratégias de marketing que não podem faltar estão:


  • anúncios pagos,

  • redes sociais,

  • e-mail marketing,

  • remarketing, entre outras.


Otimize sua estratégia de conversão com outros apps


Uma loja virtual completa possui estratégias que tem como objetivo a conversão de um visitante em lead. Infelizmente, levar um lead até sua página de produto não garante que ele irá fazer uma compra.


Para ajudar nesse objetivo, conheça os aplicativos da AppsEcommerce. Contamos com algumas soluções que podem te ajudar bastante, como os aplicativos para aumentar as taxas de conversão da sua loja e facilitar alguns processos:


O primeiro te ajuda a recuperar boletos, com ele você pode criar e automatizar o envio de mensagens para seus clientes, seja por e-mail ou SMS, evitando que você tenha que fazer toda essa comunicação manualmente. Por meio do envio dessas mensagens você aumenta suas chances de ter seu boleto pago e concluir uma venda.


O app Parcelamento Installments apresenta o valor completo e o valor de cada parcela de um produto, em compras que optem por esse meio de pagamento. Esse recurso torna seus produtos mais acessíveis, aumentando o ticket médio das vendas (já que o cliente pode parcelar) e ainda estimula as vendas no cartão de crédito.


Ficou interessado? Clique nos banners abaixo e conheça mais sobre as nossas soluções. Boas vendas!




36 visualizações0 comentário